O compositor Jaime Reis, docente nos cursos de música na Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB realizará uma digressão europeia durante o mês de Setembro, que contará com apresentações, workshops e concertos em países como a Ucrânia, a Holanda, Portugal e República Checa, após a estreia em Agosto, na Coreia do Sul, da obra para percussão “Sketch for Omniscience is a Collective - part IV”, pelo percussionista Nuno Aroso.
A digressão tem início na Ucrânia, mais precisamente em Kiev, com um workshop que o compositor irá orientar entre os dias 5 e 10 de setembro, integrado no festival Kyiv Contemporary Music Days, numa parceria com o Festival Dias de Música Electroacústica. Durante este workshop, os estudantes selecionados, de origens como Israel, Estados Unidos da América, Reino Unido, Suécia, Rússia, Índia e Grécia, terão a oportunidade de ter aulas individuais com o compositor, bem como de compor uma nova peça para ser apresentada no concerto final do workshop.
Entre os dias 12 e 16 de setembro, o compositor viajará para Utrecht, Holanda, rumo ao ICMC - International Computer Music Conference, que decorrerá nas instalações da University of the Arts Utrecht. O ICMC tem sido o principal fórum internacional de apresentação das várias investigações realizadas sobre a utilização de computadores em música. Jaime Reis irá ter duas apresentações: um concerto onde interpretará a sua peça ”Jeux de L'Espace” e uma conferência sobre novas dimensões na espacialização sonora.
Nos dias 16 e 17 de setembro, decorrerá em Portugal o 4.º Fórum Internacional de Jovens Compositores, em Vila do Conde, organizado pela Miso Music. Jaime Reis participará neste encontro proferindo uma conferência sobre a sua obra “Sangue Inverso”, que será interpretada pelo Sond'Ar-te Electric Ensemble.
Entre os dias 20 e 25, a viagem será para Praga, para o “The European Double Bass Congress – BASS2016 PRAGUE”, em conjunto com o Duo Contracello, que realizará um recital preenchido unicamente com compositores contemporâneos portugueses e espanhóis, e onde será estreada uma nova versão da sua obra “Fluxus, Drag”.

Partilhe