Licenciatura em Engenharia de Protecção Civil


Objectivos Gerais

  • A criação dos Gabinetes Municipais de Protecção Civil levou a uma importante necessidade de técnicos e especialistas formados com uma visão inter-disciplinar e integradora em relação aos problemas e desafios colocados nestas temáticas.
  • Colmatar a indisponibilidade objectiva do mercado para fornecer, no imediato, técnicos com a formação adequada a estas exigências, e o sistema de ensino vem desta forma colmatar tal situação.
  • Potenciar maior profissionalização, maior exigência em termos das capacidades e competências dos agentes do sector da Protecção Civil e sobretudo acrescida capacidade para trabalhar num sistema de networking próprio do novo esquema organizativo.
  • Actuar em redes de cooperação internacionais, onde mais uma vez se justifica a necessidade de indivíduos devidamente formados para lidar com essa realidade.

Condições de Acesso

Provas de Ingresso
Física e Química + Matemática (A ou B) OU Biologia e Geologia + Matemática (A ou B)

Nota do Último Colocado
Consulte aqui

Preferência Regional (válida apenas para a 1ª fase)
Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Viseu

Preferência Habilitacional (válida apenas para a 1ª fase)
087, 602, 604, 606, 608, 771, 982, A51, G80, G81, P25, P55, P58, P75, P79, P83, P85, S47, S76, T27, T47, G13, G26, AO1 E AO2

Classificação Mínima e Cálculo de Nota
Prova de ingresso - 95 valores
Nota de candidatura - 95 valores
Média do Secundário - 65%
Provas de ingresso - 35%

Plano Curricular

Saídas Profissionais

  • Autarquias e Gabinetes de Protecção Civil, ao nível local, regional e nacional
  • Organizações, institutos e instâncias públicas e privadas com competências ou intervenção nas áreas da protecção civil
  • Gabinetes de protecção e segurança de empresas públicas e privadas
  • Empresas de segurança, projecto e desenvolvimento, produção e comercialização de equipamentos de segurança
  • Técnicos de protecção civil em agências internacionais
  • Organismos públicos de investigação criminal
  • Actividades de prestação de serviços de consultoria e assessoria
  • Prestação de serviços de formação
  • Actividades de I&D, em especial na vertente aplicada
  • Actividade no domínio do planeamento e ordenamento territorial, nas vertentes de prevenção de riscos e planos de emergência
Grau
Licenciatura
Nível EQF / ISCED
6 / 6
Código Escola / Curso
3051 / 8397
Unidade orgânica
Escola Superior Agrária
Regime
Diurno
ECTS
180